5 de maio de 2018

CCA Santo Expedito capacita adolescentes por meio de oficinas culinárias

CCA Santo Expedito capacita adolescentes por meio de oficinas culinárias

Fotos: Divulgação
Texto: Luanna Marin 

Com a finalidade de disponibilizar um espaço de produção e interação entre os conviventes do CCA Santo Expedito, localizado na Zona Norte de São Paulo, a gerente Ana Paula, através de um curso da prefeitura voltado para panificação, conseguiu viabilizar um forno industrial e utensílios para a montagem de uma cozinha semi profissional.

O espaço físico conta com pia, fogão e forno, e nele são ministradas oficinas de culinária por duas voluntárias, aptas a ensinar os adolescentes sobre o preparo e a comercialização de biscoitos, trufas e afins.

As oficinas acontecem todas as quartas-feiras em dois horários, no período da manhã das 09h às 11h e da tarde, das 13h30minh às 16h, totalizando nos dois turnos 40 adolescentes participantes. Para prepará-los para o universo da culinária e todos os cuidados que implicam no ato de cozinhar, foram desenvolvidas palestras de higienização de alimentos, como usar a touca, como lavar as mãos, todo o preparo necessário nessa parte teórica para que posteriormente, todos estivessem aptos e conscientes para a parte prática.

De acordo com Ana Paula, o objetivo das oficinas é estimular a autonomia das crianças e dos adolescentes que frequentam o CCA. “Sempre com o propósito de fortalecer as relações interpessoais, familiares e comunitárias de quem participa”, comenta Ana.

Além de aprenderem a cozinhar, os adolescentes também aprendem sobre a importância de uma embalagem bem feita, além de confeccionarem o próprio caderno de receitas, que vão receber no final do segundo semestre como forma de compensação por todo o trabalho desenvolvido durante o ano e também, para que eles tenham acesso a esse material e possa tornar essa experiência uma forma de gerar renda para eles.

Uma das voluntárias, Ângela, diz que desde o princípio a ideia de montar a cozinha foi por acreditarem que a atividade possa mudar vidas. “Achamos que através da culinária você consegue mudar a realidade de alguém”, afirma.

O curso está sendo ministrado para adolescentes, mas a ideia do CCA é que possa posteriormente ser aplicado para as famílias dos mesmos, com o intuito de aproximá-los e também, conseguir instruí-los sobre novas formas de trabalho, como a comercialização de produtos alimentícios.

Leave a Reply

Your email address will not be published.